Quanto cobrar em meu trabalho?

Você fez seus trabalhos, todos gostaram e surgiram as encomendas… e agora?

– Quanto devo cobrar por um trabalho em crochê?

Bem, a resposta não é tão simples, mas existe algumas formas de se chegar a um valor justo. Uma das fórmulas que muitos utilizam é multiplicando o valor gasto em materiais, por três.

Exemplo:

Valor do material R$50,00 multiplicado por três é igual R$150,00 e este seria o valor a ser cobrado em seu trabalho.. R$50,00 gastos em matéria prima, R$50,00 de mão de obra e R$50,00 será seu lucro.

       

Porém nem sempre esta fórmula pode ser aplicada, uma peça em crochê com linha fina e com muitos detalhes não seria viável aplicar este calculo visto que o custo do material pode ser baixo porém teríamos muito trabalho na execução da peça. Neste caso recomendo uma outra maneira para chegar a um valor justo.

Digamos que nosso objetivo seja ganhar um salario mínimo trabalhando 8 horas por dia. Na presente data o valor de um salário é R$724,00 Neste caso o valor de uma diária é de R$24,13 e o valor de uma hora de trabalho é de R$3,29 – Este cálculo foi feito seguindo a legislação trabalhista que estabelece, salvo os casos especiais, que a jornada normal de trabalho é de 8 (oito) horas diárias e de 44 (quarenta e quatro) horas semanais, logo são 220 (duzentos e vinte) horas de trabalho mensal. Para outros valores basta multiplicar os valores mensais, diários ou horários de trabalho, exemplo: para ter como alvo 2 salários mínimos precisamos estabelecer como R$6,58 o valor de uma hora de trabalho.

Tem uma tabela ótima para este tipo de cálculo, vale a pena conferir:

Para determinar a quantidade de horas de trabalho, experimente fazer uma peça por uma hora seguida em ritmo normal e sem intervalo, ao final conte a quantidade de pontos conseguiu fazer ou a metragem do trabalho, assim fica fácil ter uma ideia do tempo que gastará dependendo do tamanho da peça. Claro que nunca vamos conseguir uma conta exata, mas o quanto mais aproximar teremos um valor mais justo a ser cobrado. Tendo em mãos os valores podemos estabelecer então um valor justo para um trabalho de crochê, para isso precisamos anotar os valores gastos com matéria prima (barbante, pérolas, valores gastos com deslocamentos para compra dos materiais,etc…) Não contamos os materiais como agulhas, tesouras… que são utilizados nos trabalhos porém são de uso contínuo.

Logo abaixo deixei uma tabelinha onde você preenche os campos que estão com fundo cor laranja, em seguida clique fora da tabela e veja o valor de venda do seu trabalho. Experimente!

Não adianta reclamar que o artesanato não é valorizado. Precisamos oferecer nosso trabalho e apresentar nosso preço, se o cliente gostar do trabalho com certeza vai aceitar e fechar a compra, caso contrário não se aborreça, tenha em mente que por um preço menor seria inviável o trabalho. Não adianta apenas vender, precisamos saber se estamos tendo algum retorno.

Agora já sabendo o valor a ser cobrado resta se prevenir na hora de acertar um trabalho. Antes de começar a confeccionar uma peça sob encomenda, acerte com sua cliente o preço final e exija o pagamento de um adiantamento que pode ser de 50% do valor total e o restante ao finalizar a confecção, desta forma você não fica no prejuízo caso haja desistência por parte do cliente. Em caso de desistência combine o envio de peças que contemple os valores já pagos visto que não temos como fazer a devolução dos materiais que foram comprados.

Mas antes de finalizar quero deixar algumas dicas interessantes. Caso o comprador seja de outra cidade precisamos calcular o valor do frete e isso é bem fácil de ser feito através do site dos CORREIOS. Basta ter em mãos o CEP de destino o peso e as dimensões da caixa a ser enviada. Para acessar o site dos CORREIOS clique AQUI.

Se você vende pela internet, leve em conta os gastos com embalagem, taxas de intermediação de pagamentos (o valor que as operadoras cobram para efetuar uma transação). Apesar de ser um custo relativamente baixo precisa ser levado em conta.

Agora que temos um melhor esclarecimento sobre os valores a serem cobrados em trabalhos de crochê só resta caprichar no trabalho e na embalagem. Nós do blog croche.com.br desejamos a você muito sucesso sempre!

 

 

108 comentários em “Quanto cobrar em meu trabalho?

  1. Amei seu blog, vc é muito abençoado por fazer isso, nos ensinar a fazer td direitinho. Agradeço muito vc, e suas dicas são ótimas pra quem está começando como eu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A moderação de comentário está ativo. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Desenvolvido por: GIRO HOST
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.