Conte sua história | Croche.com.br

Conte sua história

O Blog croche.com.br está completando 3 anos! Tudo começou com a postagem da FLOR CATAVENTO que é utilizada com muita frequência nos trabalhos apresentados aqui no blog e para mostrar a nossa maneira de fazer resolvemos fotografar um passo a passo, desde então não paramos mais.

Se bateu aquela curiosidade para ver o primeiro passo a passo que postamos, CLIQUE AQUI.

Hoje o blog já conta com uma grande variedade de passo a passo e nosso objetivo é postar cada vez mais. Não podemos deixar de agradecer as artesãs que colaboraram neste período enviando passo a passo e agradecer a todos vocês por compartilhar as postagens fazendo com que elas alcance cada vez mais pessoas que buscam nesta arte uma maneira de gerar renda extra, ocupar a mente ou recuperar-se de momentos difíceis.

Nestes 3 anos recebi algumas histórias (enviadas por e-mail, nos comentários e no Facebook). Histórias de recomeço, expectativa de ganho, felicidade em encontrar o blog e fazer um trabalho, superação… as histórias recebidas são uma verdadeira lição e injeção de ânimo, a cada mensagem recebida tenho certeza que vale a pena todos os momentos dedicados à esta página e que precisamos comemorar todos os dias!

Sou muito grato a cada visita. Fico muito feliz ao ler as mensagens que vocês enviam, por isso resolvi criar este cantinho para comemorarmos juntos os 3 anos de criação desta página. Espero que possamos nos conhecer cada vez mais, trocar ideias e ajudar uns aos outros… utilize o campo COMENTÁRIOS no final desta página e me conte, qual é sua história?

Quer uma ajudinha com algumas perguntas?

Viram como sou curioso 🙂 🙂 Então agora vá até o final da página e me conte!

 

54 comentários em “Conte sua história

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

  1. Aprendi os primeiros pontos com a minha mãe. depois me intereseei e procurei mais no youtube. faço croche a quatro anos comeicei com 6 anos e hoje tenho 10 anos. o artesanato é muito importante para mim, com ganho uma rendinha, me divirto e as vezes também quebro a cabeça tentando fazer, kkkkk. mas eu amos crochê e cada vez vou me aprimorando mais. faço amigurumis, tapetes, sapatinhos e etc. pra mim croche é uma terapia que todo mundo devia aprender fazer. curtam a minha página Crochê para Crianças no facebook. tem a foto de um relógio em croche e vai ser facil de achar. obrigada

  2. Olá, aprendi fazer crochê olhando minha mãe fazer, por curiosidade mesmo, coisas de menina eu ficava observando atentamente cada gesto dela com a agulha. Um dia resolvi pegar a agulha e barbante dela e arriscar uns pontos, foi mágico cada laçada que dava parecia uma conquista!! o tempo passou e como toda adolescente comecei a me interessar por grupos de amizades, festas e garotos… Fui deixando de lado o crochê… Engravidei aos dezenove anos e minha história não foi muito diferente da maioria das jovens que engravidam cedo, fui abandonada pelo pai do meu bebê e acabei tendo que assumir toda responsabilidade sozinha, foi tão sofrido… Mergulhei numa depressão horrível, e o que me salvou foi voltar a fazer crochê, nem sei quantos jogos de tapetes fiz durante minha gestação, as amigas da minha irmã, acredito que por pena me encomendavam tapetes e isso me ajudou a estruturar financeiramente para a chegada do meu filho… O tempo passou, meu filho nasceu, eu arrumei emprego e o crochê foi deixado de lado mais uma vez. Quando meu filho completou sete anos conheci meu esposo, nos casamos tivemos outro filho que hoje tem oito anos. Hoje sou funcionária pública e como não trabalho a tarde retornei ao crochê, isso aconteceu depois que por acaso conheci seu Blog e vi tantos passo a passo de peças lindas… Fiz meu primeiro jogo de tapetes com flores e nem tinha intenção de vendê-lo, mas assim que publiquei no meu Facebook, choveu gente querendo, daí por diante tudo que eu faço vendo… Crochê pra mim é uma terapia e hoje posso dizer que salvou minha vida.

    1. Rozangela, lendo sua história percebo que o crochê sempre esteve presente em sua vida… desde novinha!
      Fico muito feliz que ele tenha retornado em um momento bom de sua vida e também por ter o blog como um incentivador deste retorno, feliz em saber que o crochê serve como terapia e ainda consegue uma renda extra. Um forte abraço minha querida, tudo de bom sempre!!!

      1. Sou muito grata a você, seu desprendimento faz com que vc compartilhe seu conhecimento e de uma forma bem didática, obrigada por tudo mesmo. Abraços Samuel

  3. Olá tudo bem? Sempre gostei de crochê e com 12 anos de idade pedi para uma vizinha me ensinar a fazer,pois ficava encantada em ver esta arte.Infelizmente ela não conseguiu me ensinar.Eu sou canhota e ela teve muita dificuldade em me ensinar.Fiquei muito triste e comecei a tentar fazer sozinha,mas não estava levando jeito.Foi quando tive uma grande idéia.Eu sentava na frente dela e a maneira que ela fazia os pontos e pegava na agulha e linha eu fui tentando fazer da mesma forma sempre de frente com ela.Demorou um tempo para eu aprender,mas quando consegui desvendar o mistério nunca mais parei.Aos 21 anos quis fazer faculdade e não tinha condições nenhuma de pagar, então tive uma ideia de fazer cortinas toalhas de mesa e cochas para vender.Eu estudava com as vendas dos meus trabalhos realizado em crochê.Ficava varias noites acordada fazendo crochê. Consegui me formar em Pedagogia e até hoje faço meus trabalhos.Amo muito crochê.Bjos

    1. Uau!
      Célia, você passou por um desafio e tanto e na verdade era uma prova para que você conseguisse sua graduação.
      Parabéns por ser uma pessoa batalhadora, com certeza as conquistas são muito valorizadas como devem ser.

      Forte abraço e muito obrigado pelo carinho, seja sempre muito bem vida.

      Samuel Ramos

  4. Olá,tudo bem? É com muita alegria que venho falar um pouco sobre o crochê. Comecei a fazer crochê há três anos após o falecimento de meu filho Gabriel de 17 anos. Desempregada e sem nada para fazer a tristeza tomava conta de mim e fui ficando muito deprimida, foi aí que minha irmã que já é crocheteira me ensinou a fazer crochê. Me apaixonei e foi muito bom para mim, uma terapia. Amo o que faço, não vendo meus trabalhos,gosto de enfeitar minha casa. Amo sua pagina crochê.com,pois com a ajuda do passo a passo tenho feito muitos trabalhos lindos e com flores rsrsr. Muito obrigada! Abraços.

    1. Oi Marlene, fico feliz que o site esteja ajudando em sua recuperação. Feliz por conseguir ajudar enfeitar sua casa 🙂
      Forte abraço e tudo de bom sempre.

  5. Olá, tudo bem? Então, faço croche desde os meus 15 anos( hoje com 35 ), aprendi essa arte com minha mãe.Faço croche por amor e tambem como uma fonte de renda. O atersanato, faz dos meus dias mais coloridos e alegres. Faço admirando cada ponto que vai saindo …rs Ensinei minha unica filha a fazer aos 9 aninhos , hoje com 16, e está se saindo uma crocheteira de mão cheia. Daí então resolvemos criar uma pagina no Facebook ( DRIMILA CROCHE )para podermos mostrar nossos trablahos a mais pessoas , dar dicas e quem sabe obtermos mais clientes… e amo sua pagina Croche.com bjo…

    1. Legal sua história Adriana!
      Vou visitar a página de vocês e desde já desejo muito sucesso.

      Grande beijo.

Desenvolvido por: DAMONTE HOST
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.